Cleiton Oliveira

Dia dos Endividados – Qual a Origem do dia dos endividados

0 Flares 0 Flares ×

dia dos endividados

Dia dos Endividados? Você sabe qual é a origem deste dia?

No mês de outubro, exatamente no dia 16 é celebrado o dia de Santa Edwiges, padroeira dos endividados.

Ela viveu na Bavária (Alemanha) e, ao se casar com o duque Henrique I, recebeu um polpudo dote.

Como era muito generosa, usou o dinheiro para ajudar os mais necessitados (os endividados).

Padroeira dos endividados

Edwiges nasceu na Bavária, Alemanha, em 1174, filha de uma família nobre.

Desde pequena dava sinais de seu desapego material e zelo espiritual.

Aos doze anos, casou-se com o duque da Silésia e da Polônia, Henrique I, de 18 anos. Eles tiveram sete filhos.

Aos 20 anos, Edwiges sentiu o chamado de Jesus e, após conversar com seu marido, os dois decidiram seguir o Senhor, mantendo no casamento o voto de abstinência sexual.

Entregando-se à piedade e à caridade, empregava grande parte dos seus ganhos para auxiliar os demais.

Sabendo que muitos eram presos por causa de dívidas, passou a ir aos presídios, saldar as contas com o próprio dinheiro, libertar os encarcerados e ainda lhes arrumava um emprego.

Ela e seu marido fundaram muitos mosteiros, entre eles o de Trebnitz, na Polônia, do qual sua filha Gertrudes se tornou abadessa.

A Santa Edwiges

A Santa também costumava ir à Igreja descalço na neve, mas levava os sapatos na mão para colocá-los imediatamente se encontrasse alguém.

Viu seis de seus sete filhos falecer e também seu marido, vítima de uma doença contraída após ser mantido como prisioneiro de guerra.

Quando Henrique I morreu, muitas religiosas choraram e Edwiges as confortou dizendo: “Por que se queixam da vontade de Deus?

Nossas vidas estão em suas mãos e tudo que Ele faz é bem feito”.

Santa Edwiges tomou o hábito religioso de Trebnitz, mas prometendo continuar a gerir suas ações em favor dos necessitados.

Deus lhe concedeu o dom da profecia e milagres. Foi quando operou muitos milagres em enfermos.

Ela amava muito Maria e, por isso, sempre carregava uma pequena imagem da Virgem em suas mãos.

Quando morreu, em 15 de outubro de 1243, foi impossível tirar a imagem de suas mãos.

Anos mais tarde, quando foram transladar seu corpo, encontraram a imagem empunhada e os dedos que a seguravam incorruptos.

Santa Edwiges foi canonizada em 1266, pelo Papa Clemente IV. Fonte

A Saga de um Endividado

dia dos endividados

Passada a hora do jantar, ouço a cantilena dos filhos indo para a cama.

Nada muito diferente da época em que não se esperava o papai mandar, desejando bons sonhos e um alegre despertar.

Despertar! Hora em que uma gerente de banco liga e deixa recado de voz, outra envia mensagem de texto, e mais uma, todas, por telefone ou e-mail, querem saber o que está acontecendo e eu imploro aos deuses que essa tortura termine. Até onde cheguei…

Bem que a Mônica sempre, a vida inteira, me disse o quanto eu era desorganizado.

E sou. Mas estudei, passei no vestibular da melhor universidade, aprovado no disputado curso de medicina.

Foram muitos dias e noites estudando. E depois da residência pude, enfim, exercer a tão sonhada profissão.

Aprovado em dois concursos públicos, dois hospitais privados, consegui me credenciar nos principais planos de saúde.

Agenda cheia para os próximos 365 dias! Sabe o que é isso? Estou trabalhando muito, mas não se preocupe, estou feliz assim.

Algumas desistências, tudo bem, acontece. Cancelamentos de agenda continuam. Será que o problema sou eu?

A secretária diz que todas as pacientes me mandaram um forte abraço, mas com a demissão perderam também o plano de saúde.

Os bebês de cinco pacientes devem chegar logo. Não posso abandoná-las, o financeiro eu resolvo depois.

O que dizer para as gerentes? Melhor dormir, amanhã eu penso.

O apego ao status

O dia chega e atualizo meu saldo negativo. Tudo isso!? Penso nos filhos, lindos. A escola, o condomínio, o clube.

A empregada, sim, é preciso pagar. Minha mulher, Mônica, grita, vamos perder o apartamento! O meu carro? Pode levar. O dela? Fazer o quê?

Incluindo o financiamento do apartamento, devo quase R$ 3 milhões. E minha renda, que já foi R$ 50 mil, hoje não chega a R$ 20 mil.

Como um leão abatido, procuro o advogado que me informa que, se pedir insolvência, terei uma série de restrições na capacidade civil.

Me tornarei um coiote, entre leão e coiote, melhor ser Eduardo mesmo.

Minha vez de ligar! Ligo e no (ainda) meu consultório, me reúno com todas as gerentes.

Em tom franco e solene, informo: deduzidos os bens que vos entrego, me resta a renda dos serviços públicos, hospitais e consultório.

Renda de R$ 20 mil, ante uma dívida restante de R$ 1,2 milhão.

Respiro aliviado! Antes, tinha um problema que me tirava o sono. Agora, o problema é dos bancos também, perante minha declaração de impossibilidade de cumprir os termos contratados.

Juntos, devedor e credores, teremos de encontrar uma solução. As gerentes prometem trazer as posições dos bancos após as consultas de excepcionalidade.

Hoje, não sei se estou triste ou feliz, se conseguirei (ou não) trazer de volta a minha família.

Neste momento, a única certeza que tenho é o dever de trabalhar muito para gerar renda mínima de R$ 20 mil e pagar, aos bancos, R$ 6.000 mensais pelos próximos 12 anos.”

O início da Saga de Endividado

A saga de Eduardo teve início com as ligações amigáveis dos bancos, questionando quando pretendia pagar as prestações em atraso. Cerca de 90 dias depois, o tom da conversa mudou.

Uma empresa de cobrança terceirizada, remunerada pelo sucesso de conseguir (ou não) o pagamento de dívidas atrasadas, passou a ligar em tom bem menos amistoso.

Eduardo foi notificado formalmente aos 15 dias de atraso. Seu nome, apontado no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) antes do 30º dia. A negativação é um alerta para outras instituições financeiras.

Na dúvida, elas cancelam linhas de crédito e tentam renegociar o saldo devedor existente. A pressão aumenta. Além do SPC e da Serasa, o Sistema de Informações de Crédito (SCR) do Banco Central aponta os créditos vencidos.

Impossível manter sigilo sobre essa delicada situação.

Eduardo buscou (e acreditou) na renegociação das dívidas a partir dos 90 dias.

E, embora se diga que os descontos chegam a 60%, é bom saber que raramente as instituições abrem mão do valor emprestado.

Os descontos normalmente se referem a multa, juros de mora, taxa do contrato, entre outros encargos.

Após cinco anos, os bancos retiram o apontamento, já contabilizado como perda.

Tempo de desistir de receber e tocar a vida.

Mas não se anime com essa perspectiva, será que vale a pena fechar a porta de acesso ao mercado de crédito? Fonte

O que fazer para eliminar as dívidas

dia dos endividados

Como eliminar dívidas? Essa pergunta deve estar martelando em sua cabeça.

Se está endividado e quer saber como eliminar dívidas , continue lendo esse artigo até o final, porque será a saída que você tanto procura.

Você já parou para pensar o quão feliz seria ter a paz financeira, negociando e quitando todas as suas dívidas?

Quase 60 milhões de brasileiros não pagam as dívidas em dia, segundo pesquisa da Serasa que foi divulgada em reportagem no Jornal Hoje.

Infelizmente essa é a realidade que atinge a maioria das famílias brasileira.

Se você:

  • Já tentou e não consegue eliminar as dívidas de forma alguma.
  • Utiliza constantemente o cheque especial e o rotativo do cartão de crédito.
  • Sofre de ansiedade, depressão e sente muita vergonha por estar devendo.
  • Vive sendo cobrado pelo telefone em casa e no trabalho e até no telefone dos familiares.
  • Sente uma enorme angústia por não poder fazer as coisas simples e básicas que todo mundo faz.
  • Acredita que suas dívidas são impagáveis e que precisa de um milagre.
  • Sente uma enorme pressão de todos os lados, que afeta sua família e seus relacionamentos.
  • Quer comprar algo a prazo , mas não tem dinheiro nem o crédito porque está com o nome sujo na praça.

Então esse material foi feito para você!!!

Como Eliminar as Dívidas 

Se você quer aprender a:

  • Organizar sua dívidas
  • Saber escolher a dívida por onde começar a pagar
  • Se preparar psicologicamente para lidar com os gerentes de banco de igual para igual conseguindo assim ótimas negociações
  • Negociar de forma que você mande na negociação não o credor
  • Aprender a organizar sua finanças para nunca mais contrair novas dívidas e realizar sonhos financeiros que nunca pensou que fosse possível
  • Conseguir descontos em dívidas onde os juros são exorbitantes.
  • Conquistar enfim um nome limpo na praça.
  • Voltar a ter crédito e saber usa-lo com sabedoria.
  • Aprender como obter as melhores taxas de juros (ou até não pagar juro nenhum)e melhor valores de parcelas
  • Como ter uma vida próspera e abundante mesmo que não tenha uma renda alta.

Essas são uma das coisas que você irá aprender neste material

Se quer aprender tudo isso e muito mais em um método fantástico, passo a passo…, então acesse O Poder do Método.

5 (100%) 10 votes
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×
Cleiton Oliveira

Sobre o autor | Website

Life Coach, Educador Financeiro e autor do livro O Poder do Método -www.opoderdometodo.com

eBook GRÁTIS: 3 Dicas Simples para Eliminar as Dívidas 

100% livre de spam.
  • Enriquecendo Club

    Rapaz, que engraçado! Nunca pensei que houvesse uma santa para os endividados kkkk.

    Dei um tapa nos meus RSSs da blogosfera de finanças. Coloquei os 10 últimos links na barra lateral e fiz uma página que lista todos os sites da finansfera que conheço e acompanho.

    Adicionei seu blog lá! Se puder me adicionar no seu também, ficarei muito agradecido!

    Dá uma olhadinha pra ver como ficou: http://enriquecendo.club/blogosfera-de-financas/

    Abraços

    Enriquecendo.club